Início Nutrientes de A a Z Ferro na Alimentação – Saiba a Importância desse Nutriente

Ferro na Alimentação – Saiba a Importância desse Nutriente

1395
0
COMPARTILHE

O ferro é um mineral considerado muito importante para o bom funcionamento do nosso corpo. Ele é responsável por fazer nossa corrente sanguínea funcionar da maneira correta, evitando o aparecimento de doenças como a anemia ferropriva, fazendo com que a produção de hemoglobinas seja mais frequente. O ferro também é importante para levar o oxigênio dos pulmões até a células de outras partes do nosso organismo, como os músculos, por exemplo. E mesmo estando presente em muitos alimentos que consumimos no dia a dia, sua deficiência em muitas pessoas ainda é um problema grande enfrentado pela saúde no mundo todo.

ALIMENTOS RICOS EM FERRO

O mineral pode ser encontrado tanto através de alimentos de origem animal, quanto de origem vegetal. Os alimentos de origem animal ricos em ferro são chamados de heme pois são facilmente digeridos pela mucosa intestinal, e são responsáveis por uma absorção de 15% a 30% do mineral ingerido pelo corpo. Entre as fontes de ferro mais importantes estão a carne vermelha, como o carré e a vitela, o fígado, a farinha de peixe e a gema de ovo.

Alimentos ricos em ferro

Os alimentos ricos em ferro de origem vegetal também são muito importantes, porém sua absorção é muito menor pelo organismo, girando em torno de 2% a 5% da quantidade de desse nutriente total presente nos alimentos. Entre as fontes mais ricas de ferro entre os vegetais está o agrião, o feijão, a salsa, o grã-de-bico e a beterraba. Para melhorar ainda mais a absorção desse mineral pelo corpo é aconselhável consumir alimentos ricos em vitamina C, pois ela ajuda na absorção do ferro pelo organismo. Por essa dependência de outros fatores químicos para melhorar a sua absorção, como o consumo de vitamina C junto, o mineral de origem vegetal é chamado de não-heme.

Para facilitar sua dieta saudável você pode, por exemplo, comer feijão com alguma carne vermelha, e de sobremesa um morango ou laranja, pois são alimentos ricos em vitamina C. E nosso caso de pessoas vegetarianas, é aconselhável consultar um médico para se informar sobre a suplementação de ferro, pois na forma de vegetais ele é muito menos absorvido pelo corpo.

Pode ocorrer deficiência do mineral em pessoas que praticam atividades físicas com frequência ou em gestantes. Outras pessoas também podem sofrer deficiência ferrosa no organismo por causa de uma má alimentação ou dificuldade em absorver o mineral. Ela é também comum em recém nascidos e crianças, mas nesse caso a atenção deve ser ainda maior, pois a falta de ferro nessa fase da vida pode causar danos neurológicos irreversíveis.

Um dos grandes problemas causados pela deficiência de ferro é a anemia, onde a produção de hemoglobinas e hemácias no nosso organismo é afetada diretamente. Alguns dos sintomas dessa anemia, que é conhecida como anemia ferropriva, é a fraqueza muscular, baixa na imunidade, apatia, fadiga e falta de apetite.

EXCESSO DE FERRO NO ORGANISMO

Mesmo o sendo um mineral muito importante para o organismo, o excesso de ferro também pode ser prejudicial para a nossa saúde. Um dos grandes problemas causados pode ser uma doença chamada de hemocromatose, que faz com que o excesso desse nutriente se acumule em tecidos como o pâncreas, o fígado e o coração, causando leões graves nesses órgãos. Essa doença pode ser hereditária ou adquirida principalmente por pessoas que já apresentem problemas no sangue ou no fígado. Entre os sintomas da hemocromatose estão a fadiga, disfunção erétil, diabetes e até surtos psiquiátricos. Nesses casos a melhor opção é sempre procurar um médico especialista e não se auto medicar para não agravar o problema.

Praticantes de exercícios físicos, que comumente fazem a ingestão de suplementos alimentares, também devem ficar atentos aos níveis de ferro no organismo. Portanto sempre procure um médico ou nutricionista antes de começar a consumir qualquer tipo de suplementação.

QUANTIDADE DE FERRO RECOMENDADA

Fontes de ferro

A quantidade desse mineral recomendada varia de uma pessoa para a outra, e de quão boa a saúde dela se encontra. Em pessoas saudáveis, onde os nutrientes são consumidos de maneira correta e frequente, os quantidade de ferro recomendada é a seguinte:

– Crianças de 1 a 3 anos de idade: 7 mg/dia;
– Crianças de 4 a 8 anos de idade: 10 mg/dia;
– Adolescentes de 9 a 13 anos de idade: 8 mg/dia;
– Adolescentes de 14 a 18 anos de idade: 15 mg/dia para as meninas e 11 mg/dia para meninos;
– Homens de 19 a 50 anos de idade: 8 mg/dia;
– Mulheres de 19 a 50 anos de idade: 18 mg/dia;
– Homens e Mulheres com mais de 50 anos de idade: 8 mg/dia;
– Mulheres na gestação: 27 mg/dia.