Início Nutrientes de A a Z Vitamina E: Benefícios da Vitamina E para a Saúde

Vitamina E: Benefícios da Vitamina E para a Saúde

1410
0
COMPARTILHE

A vitamina E tem como grande função no organismo atuar como um agente antioxidante, combatendo os radicais livres que atacam as células e causam doenças como o câncer, o Alzheimer, problemas cardíacos, o cancro e o envelhecimento precoce. A vitamina E ainda também tem papel importante na prevenção da pré-eclâmpsia, em que a gestante apresenta problemas no fígado e hipertensão arterial. Se não tratada adequadamente ela pode ser fatal para o bebê e a gestante. A vitamina E, também conhecida como alfa-tocoferol, é um nutriente que também ajuda no combate às complicações causadas pela diabetes, na proteção do nervos, na produção de gametas sexuais e na melhora da circulação do sangue.

Alimentos Ricos em Vitamina E

As grandes fontes de vitamina E são os alimentos vegetais, como o óleo de girassol, a canola, o azeite de oliva, o amendoim, a amêndoa e a avelã. Dentre os alimentos animais ricos em vitamina E está o fígado, o ovo e a gordura da carne vermelha. Essa vitamina não faz parte da produção de energia, portanto não engorda, porém você deve ter atenção pois muitos alimentos que são ricos nesse nutriente possuem altas taxas de gordura, e se consumidos em excesso podem fazer com que você ganhe peso rapidamente. Em resumo, para obter uma alimentação rica em vitamina E prefira os alimentos de origem vegetal.

vitamina-e

 Deficiência de Vitamina E no Organismo

A deficiência de vitamina E no organismo pode favorecer o aparecimento de problemas ligados ao sistema neurológico, como a dificuldade para caminhar, desequilíbrio constante e lentidão mental. No entanto, a carência de vitamina E não é um quadro comum e geralmente está ligada a problemas de má absorção pelo corpo, como acontece na doença de Crohn (inflamação grave no intestino) e na doença celíaca (intolerância ao glúten que produz dificuldades em absorver diversas vitaminas e minerais).

LINKS RECOMENDADOS

Dentre os sintomas da falta de vitamina E podemos observar alguns casos de baixa fertilidade e inclusive casos de aborto, pois ela é responsável pela boa produção de espermatozoides e na manutenção da saúde através da produção de muco cervical nas mulheres, facilitando o período de ovulação. Os recém nascidos geralmente apresentam uma leve carência de vitamina E, mas essa falta logo é revertida através da amamentação.

Essa falta de tocoferol, ou vitamina E, pode ser facilmente resolvida com uma dieta rica em alimentos que possuem esse nutriente. Em raros casos é necessária a consulta a um médico ou nutricionista para verificar a necessidade da ingestão de complexos vitamínicos para suprir essa carência.

Alimentos ricos em vitamina e

Excesso de Vitamina E no Organismo

Até então não existem estudos científicos que comprovem danos causados pelo excesso de vitamina E através de uma alimentação comum. Ela poderia ocorrer em casos de hipersuplementação, o que pode causar a oxidação do organismo e levar à dificuldade de coagulação do sangue, à hemorragias e a casos de mortalidade em consumo acima de 400 miligramas por dia.

Para os bebês é recomendado uma ingestão diária de 4 a 6 miligramas. Para as crianças de 7 a 11 miligramas. Para os adolescentes, adultos e gestantes recomenda-se o consumo de 15 miligramas por dia. No caso das gestantes é aconselhável consumir cerca de 19 miligramas de vitamina E diariamente.